1031 Views |  Like

Estudo destaca a importância da limpeza dos pincéis de maquiagem

A higienização dos pincéis de maquiagem é um tema pouco estudado, mas que merece muita atenção. Em 2015, por conta da falta de higiene dos itens, a australiana Jo Gilchrist, de 27 anos, ficou paraplégica após usar um pincel de maquiagem emprestado de uma amiga para cobrir uma espinha infeccionada.

A flora bacteriana, quando saudável, não representa nenhum mal, mas pode representar desequilíbrio em outra pessoa.  Por este motivo, os produtos de maquiagem são desenvolvidos para uso pessoal. No caso de uso coletivo, devem ser seguidas normas de biossegurança tão importantes quanto lavar frutas e verduras ou mesmo talheres.

Para se aprofundar no tema, a maquiadora Kátia Freire e a Universidade Federal da Paraíba, desenvolveram uma análise e fizeram uma importante descoberta: a única forma de eliminar 100% das bactérias dos pincéis é lavar os itens com sabão bactericida e borrifar álcool etílico 70% (que pode ser encontrado em farmácias ou supermercados). A combinação elimina as bactérias dos pincéis sem causar danos às cerdas.

A pesquisa ainda constatou que lavar os pinceis com xampu feitos para bebês e condicioná-los não desinfecta os instrumentos, como muitas pessoas acreditam. “Não há embasamento científico algum para essa prática. Qual a lógica de fazer limpeza de um material que se contamina com fungos e bactérias e lavá-lo com xampu para bebê? Sobre o condicionador, toda forma oleosa ajuda na fixação de bactérias e fungos, mesmo após o enxágue, pois ficam os resquícios, por conta da oleosidade que não sai 100% com água”, explica Kátia.

4 passos para limpar e eliminar as bactérias dos pincéis:

  1. Lave bem as mãos antes de iniciar o processo. Molhe o pincel na água e esfregue as cerdas no sabão bactericida. Continue esfregando e enxaguando até que a espuma esteja complemente branca. Repita a operação pelo menos duas vezes.
  2. Esfregue o cabo em uma bucha com sabão. Sim, o cabo também fica sujo e se contamina, por isso, não tenha medo de lavá-los. No caso dos pinceis para aplicar batom, que possuem cerdas menores, utilize uma escova de dente para higienizar com mais facilidade.
  3. Retire o excesso de água com um papel toalha ou higiênico e borrife álcool a 70% nas cerdas e no cabo. Esse álcool evapora e não deixa riscos para a pele.
  4. Coloque os pincéis lavados em uma superfície com papel toalha ou sobre uma tolha limpa em lugar arejado ou com luz solar, de preferência, para secarem com mais segurança. Lave também todos os recipientes que você deixa os pinceis pois eles também precisam de higienização.

Atenção!

– As doenças comuns que podem aparecer pela contaminação dos pinceis e produtos de maquiagem são: conjuntivites, herpes no lábios, clamídia, dermatites, acne e alergias.

–  Aprenda a reconhecer os sinais de irritações na pele e procure um dermatologista ao identificar alterações nos olhos e nos lábios, nariz escorrendo, acne purulentas e feridas abertas.

– Busque profissionais que garantam uma higienização eficiente dos materiais usados e da pele das clientes. Isso já ajuda bastante na redução de bactérias e contaminação, afinal, pincéis sujos podem servir como meio de cultura para transmissão de doenças.

*O estudo foi realizado no Laboratório de Biologia Bucal (LABIAL) da Universidade Federal da Paraíba pela equipe formada pelo prof. Dr. Fábio Correia Sampaio, Dr. Allan Reis, a especialista e maquiadora Kátia Freire, a doutoranda Patrícia Freitas e a acadêmica Carla Alves.