631 Views |  Like

Projeto Beleza Solidária rende título para a Inoar Cosméticos

Inocência Manoel, da Inoar Cosméticos, é condecorada Embaixadora da Paz pela Associação das Mulheres para a Paz Mundial

No final de agosto, Inocência Manoel, fundadora da Inoar Cosméticos, recebeu o título de “Embaixadora da Paz”, cedido pela Women´s Federation for World Peace – Associação das Mulheres para a Paz Mundial, ONG internacional reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU). O reconhecimento veio graças as ações do projeto Beleza Solidária, que oferece tratamentos de beleza gratuitos para mulheres carentes no Centro Técnico da Inoar, em São Paulo.

O Beleza em Rouge bateu um papo com a premiada, que falou sobre o projeto e a função da mulher na sociedade:

Beleza em Rouge – Como você vê a importância da mulher no mercado de trabalho?
Inocência Manoel – As mulheres são líderes naturais. Desde cedo, elas aprendem, sozinhas, a dar conta de suas vidas – e da vida de outras pessoas, quando se tornam mães.

B.R. – Qual é a função do Beleza Solidária?
I.M. – O projeto Beleza Solidária atua em várias frentes, sempre pensando no bem-estar da mulher e na geração de oportunidades de trabalho para as classes menos favorecidas. No projeto, as mulheres de comunidades menos favorecidas são atendidas, recebem cursos e produtos para que possam dar início a um negócio próprio. O objetivo é fomentar e incentivar o empreendedorismo nas camadas de baixa renda, que, dificilmente, recebem incentivos. Durante este processo, muitas se apaixonam pelo resultado e têm interesse em aprender a profissão de cabeleireira. É ai que começamos a profissionalizá-las, dando todo o suporte para desenvolver suas aptidões. Além dos cursos de capacitação nas áreas cosmética e de cabelos, em breve o Beleza Solidária oferecerá cursos nas áreas de gastronomia, formação de garçons e também abrirá um curso de alfabetização de jovens e adultos. Durante todo o ano, promovemos ou contribuímos para ações de tratamento de dependentes químicos, tratamentos de crianças com câncer, entre outras que estejam ao nosso alcance.

B.R. – Como você se sente recebendo este prêmio?
I.M. – De todos os projetos de minha vida, acredito que este seja um dos mais importantes! Ele é para mim é a realização de um sonho. Ao ver mulheres de classes menos favorecidas, que se sentiam desestimuladas, sem horizontes, tendo suas vidas transformadas. Poxa vida, a gente transforma cabelos! Não vamos transformar vidas? Eu acredito muito no poder da beleza. Não essa que vemos nas revistas, na TV. Mas na beleza de ter um sonho, de poder estudar, correr atrás… O que desejo para todas as minhas queridas do projeto é que elas, assim como eu, possam ter seus próprios negócios, que sejam protagonistas de nossas vidas e não assumiam uma posição pacífica frente às dificuldades. O prêmio é simbólico, apenas um reconhecimento de um trabalho diário.

B.R. – Quantas mulheres o projeto já beneficiou?
I.M. – Atualmente, mais de 7 mil mulheres já foram beneficiadas, mas queremos que mais pessoas possam se inspirar e ver que é possível mudar sua realidade.

B.R. – Quais serão os próximos passos do projeto?
I.M. – O Beleza Solidária vai ampliar o atendimento, vamos promover cursos voltados para outras qualificações profissionais. Também queremos preparar estas mulheres para discutir sua condição na sociedade. Com a autoestima elevada, qualificada para exercer uma profissão, elas também ficarão mais seguras para cobrar mudanças na sociedade e começarão a discutir pontos importantes mais ativamente, a participar de fato em prol de mudanças sociais.